Abelardo: Características da filosofia/teologia de associadas aos pressupostos da Modernidade

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Abelardo: Características da filosofia/teologia de associadas aos pressupostos da Modernidade

Mensagem  Ash_admin em Dom Dez 12, 2010 12:04 pm

Abelardo: Características da filosofia/teologia de associadas aos pressupostos da Modernidade

Ao comparar o pensamento moderno, renascimento e humanismo, com as ideais de Abelardo, e simultaneamente com o pensamento do medievo, percebe-se que este intelectual representou um grande avanço em relação ao pensamento medieval tradicionalista, pois, propôs novas concepções para a teologia e filosofia ocidental que, grosso modo, engendraram várias concepções da modernidade.



Abelardo desenvolveu, com base nos seusestudos sobre a “lógica”, o primeiro discurso do método no ocidente. Evidencioua relevância do uso da “razão” para evitar ambigüidades, já que sem um método específico, ou seja, sem o estabelecimento de um “padrão” de raciocínio básico,não seria possível adequar, de forma justa, a realidade a linguagem. Esse método proposto por Abelardo preparou o pensamento ocidental para os vários outros métodos de conhecimento que foram criados pelos “homens modernos”, pois, privilegiava a “razão” como uma forma de conhecimento essencial, o que seria quase equivalente ao pensamento dos racionalistas modernos, que foi muito mais elaborado e sofreu mais influências que o modelo de método criado por Abelardo.


Para os homens medievais o conhecimento pleno de si próprio representava a aceitação de que não tinham “forças” suficientes para lutar, sozinhos, contra o pecado. Mas, Abelardo propôs uma solução para esse dilema através da “ética”, na qual,o homem poderia, ou não, aceitar ou recusar desprezar a Deus. Esse “desprezo” representava o pecado e, segundo Abelardo essa pecado não era algo substancial porque se tratava de uma ausência. Uma ausência de bondade ou de vontade de recusar o desprezo a Deus, que era praticado por meio da desobediência às leis de Deus. Assim, o fato do homem passar a ser visto como “capaz de escolher” pecar, ou não, permite valorizar os sentimentos, aquilo que o homem tinha mentee, não apenas a punição, e isso alterar toda uma “psicologia” ocidental querelacionava a salvação à penitência.


Abelardo buscou criar uma teologia que unisse os homens, de todas as crenças, como filhos de Deus, para isso propôs a existência uma continuidade na história da humanidade. Assim, apesar do pecado, poderíamos em todos os povos, através deleis naturais, reconhecer características comuns aqueles que Jesus enquanto homem apresentou, ou seja, todos os homens poderiam ser salvos porque são passivos de salvação e, não mais a salvação estaria reservada a um grupo específico.


king Equipe Testemunhos do Tempo
avatar
Ash_admin
Admin

Mensagens : 13
Data de inscrição : 24/11/2010
Idade : 26

Ver perfil do usuário http://testemunhosdotempo.foruns.com.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum